logo
Últimos Avisos
data
06/05/2014
DOAÇÃO
data
07/02/2014
Celebração do 36º aniversário da ARLS Renascença
Celebração do 36º aniversário da ARLS Renascença

Histórico

Era janeiro de 1978. Chegava a Santo André um homem chamado Manoel de Queirós Gomes, então um Grão-Mestre de uma potência maçônica denominada Glória do Ocidente, com poder central em Manaus. Instalou-se na casa de Izaltino Manoel de Campos, inicialmente, saindo à procura de outro local para residir.

No dia 28 de janeiro, vinte e um profanos conhecidos entre si foram Iniciados nos augustos mistérios. Destes, sete foram iniciados, elevados e exaltados no mesmo dia, numa cerimônia longa, cansativa, de aproximadamente quinze horas de duração. Imaginem o que as cunhadas não sofreram, não tendo notícias de seus maridos.

Era gente simples, do povo, humildes, mas tinham em comum além da fé no Grande Arquiteto do Universo, a curiosidade, a tenacidade e a vontade de se doar e servir uma boa causa, mesmo que desconhecida e misteriosa.

Nascera a Loja Glória de São Paulo e sua primeira administração foi encabeçada pelo irmão Daniel José de Souza, um sargento da Polícia Militar e um dos mentores da nova Loja, juntamente com o bispo Dom Oscar Gomes da Silva da Igreja Católica Apostólica Ecumênica.

Três meses depois aconteceu a segunda iniciação. Éramos quatro e lá encontrei com o Venerável Mestre Daniel José de Souza, o 1º Vigilante Bosco e o 2º Vigilante Sirico e como Secretário Sebastião Assunção. Fernando fala pouco. Era o 2º *** diácono, mas sempre atencioso. Na terceira iniciação foram vinte e cinco candidatos e na mesma noite eu fui elevado e exaltado. Nossas reuniões eram aos sábados. Houve um desentendimento entre os Vigilantes sendo ambos expulsos, assumindo a 1ª e a 2ª Vigilância, respectivamente Fernando e Durvalino. Éramos um grupo de homens entusiasmados. No inicio, a idéia era encher o templo, não importando em separar o joio do trigo. Ao atingir uma centena de irmãos, a Loja foi desmembrada criando-se a Loja Glória de Santo André, e nomeado Sebastião como venerável Mestre e Fernando assumiram a Glória de São Paulo. Daniel foi nomeado Delegado Litúrgico e Manzano foi nomeado Delegado Geral. Logo iríamos fundar a Loja Glória de Mauá, Izaltino presidia a comissão fazendo parte também Sargento Correia Cícero Silva e Aldinelson. Sem sabermos Bononi juntamente com outros irmãos fundaram a Loja de São Judas, na Capital. O soberano desfazia de nosso grupo, mas mesmo assim continuamos com determinação.

Os meses foram passando e fatos estranhos foram acontecendo, tais como a proibição de visitas a outras Lojas, levantou a suspeita de que a “Potência Glória do Ocidente” com sede em Manaus não era reconhecida pelas demais Potências.

O desgaste que se sucedeu com as autoridades maçônicas culminou com o desligamento dessa potência, depois de alguns desencontros houve uma reunião na Grande Loja e a nossa aceitação sendo acolhida pela Sereníssima Grande Loja do Estado de São Paulo, e rebatizada com o nome Renascença número 219, numa alusão ao Renascer do Iniciado, que morre para o mundo profano e nasce para a Maçonaria. Aquele que renasce das cinzas para mostrar ao mundo, que a vida é um ciclo inesgotável e infinito. Aquele que renasce das crises para se tornar forte e respeitável.

Reunimo-nos por quase dois anos, em conjunto com a Loja Cinqüentenário. Numa reunião acontecida na Grande Loja, acompanhou-me o saudoso irmão Damasceno. O sucesso de nossa Loja deveu-se ao Grão-Mestre Erwin Sigmartin e ao Glorioso irmão Mário Proiete.

Uma semente, quando encontra solo fértil, e cultivo adequado floresce e transforma-se numa grande árvore, servindo de repouso e abrigo para muitos. Esta árvore frondosa, hoje, que representa a nossa querida Augusta Respeitável Loja Simbólica Renascença 219, uma fortaleza, um marco de trabalho na região do Grande ABC.

Aqueles irmãos simples e humildes, irmãos calejados pelo trabalho duro e doutores na escola da vida foram trazendo pessoas mais intelectualizadas e diferenciadas, os quais como Aprendizes ouviram atentamente os sábios ensinamentos de seus Mestres, aprendendo humildemente com seus fundadores, a verdadeira essência da Maçonaria.

Hoje temos membros de nossa Loja ocupando cargos na Grande Loja, participando de todos os Corpos Filosóficos, participando ativamente de movimentos sociais, de atividades beneficentes e outros. Isto indica a sólida base trazida pelos ensinamentos de Aprendiz.

Hoje são poucos os fundadores de nossa Loja, restaram apenas os irmãos Fernando e Durvalino. Por mais que se diga, seria muito pouco falar deles.

Hoje vemos uma Loja Renascença com mais de cinqüenta obreiros, pujante no ABC, estável financeiramente e que aspira se despontar na região e no estado. Nada disso seria possível se não tivéssemos Irmãos como os irmãos Fernando e Durvalino, cujas perseveranças determinaram a solidez de uma Loja Maçônica. Os anos passaram, nossos fundadores devem sentir o peso da idade. Entretanto, o que se verifica na prática é que o irmão Durvalino Jaloretto, grau 33 com mais de setenta anos de idade e duas cirurgias cardíacas, ainda tem disposição para ir à Loja, tecer sábios comentários referentes às instruções e trabalhos e às vezes nos surpreendendo a todos, ao declamar suas poesias, cujas palavras vêm de dentro de seu Templo Interior, traduzem toda sua sensibilidade e sua grande sabedoria da enciclopédia da vida. O irmão Fernando Lopes Domingues, também grau 33, procura manter as tradições ritualísticas com suas observações, além do interesse em ajudar o Lar Benvindo, varrendo e limpando mesas em nossas festas beneficentes com alegria e sem reclamar da ausência dos mais novos. Vendo o exemplo destes dois valorosos irmãos sinto-me na obrigação de me abster de qualquer queixa ao ser mais tolerante e mais Maçom, e procurar dar o melhor de mim para o engrandecimento desta Loja e da Maçonaria pelo exemplo dado por estes irmãos.

Parabéns à Loja Renascença. Parabéns, irmãos Fernando e Durvalino. A planta cheia de espinhos deu lugar a uma flor e isto se deve a vocês. Obrigado à Renascença, obrigado irmão Fernando e Durvalino.


Localização

Mapa
Exibir mapa ampliado
Desenvolvimento e manutenção